2 de ago de 2014

O que termina, o que continua


A vida continua.
A felicidade termina.
Simples e óbvio.

Se em todas as coisas tão lindas,
todas as coisas que luziam,
todas as coisas que emanavam o sagrado,
eu vejo tua face,
e se agora tua face não vejo,
que resta?

A felicidade se foi.
Doce e delicada, se despede como o inverno.
Silenciosa; uma folha desprendida, uma flor despencada,
flutuando até o chão ressequido.

O inverno se despede... mas não virá a primavera.


31/07/2014

Nenhum comentário:

Postar um comentário