4 de jun de 2015

Eu serei o amor


Quando minha voz se calar, 
Eu ainda falarei do amor.
Quando minhas pernas perderem a força, 
Eu ainda caminharei em direção ao amor.
Quando o meu sangue secar, 
Meu coração ainda baterá pelo amor.
Quando minha esperança morrer,
Eu ainda esperarei pelo amor.
Quando meus ouvidos forem surdos,
Eu ainda ouvirei canções de amor.
Quando minha fé se tornar fel,
Meus lábios ainda serão doces para o amor.
Quando o amor me provar não existir,
Eu serei o amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário