23 de abr de 2016

Perispírito


O corpo sente fome do corpo.
A pele busca a pele.
A alma sente fome de Luz.
O perispírito conecta a verdade à ilusão.

E o que é verdade ou ilusão?
Era verdade que a bailarina no palco
Dançara em formosura cada movimento torto
Da minha errante e apaixonada vida.

O que é verdade ou ilusão?
São de ilusão todas as doces juras.
As vontades confundidas com eternidade.
O desejo confundido com o Amor.

Que o passado nutra as raízes da Árvore da Vida,
Mas que o futuro seja de abundante luz solar
E ventos e luares e chuvas e estações
E regenerações.

Descansem em paz, tantos Belos sonhos,
Alimentem a terra onde novos sonhos serão plantados.
O maior fim de todos, também será o maior começo
E um dia serei grato, pois terá sido a dor a me guiar ao alto.

Nenhum comentário:

Postar um comentário