22 de fev de 2014

O bastante (?)


Tenho tão pouco,
Meu jardim tem quase sempre o perfume das mesmas flores,
E no meu reino tudo é tão simples...
Sou um reles plebeu, apaixonado por alguém da alta realeza. 

Mas não existe outro nesse mundo que desejaria mais do que eu
segurar sua mão agora.

Aqui a chuva cai mansa e as noites são longas como devem ser.
Há muitas estrelas no céu,
E o luar permite caminhar sem outras luzes.
Apenas os detalhes são sagrados e admiráveis...

Mas não existe lugar nesse mundo em que você seria mais amado.

Meu coração é humilde.
A força e beleza dele estão tão abaixo da força e beleza do seu.
Ainda trago medos, receios, e sonhos tão pequenos.
Meu coração é quente, tudo sente e é seu.

E não há outro que bata mais forte e com mais certeza que este meu,
por você.

Não há perfeição aqui.
Não há perfeição em mim.
Mas há o sol, e o nascer e pôr dele.
Há flores brotando das calçadas...
É pouco, tão pouco, eu sei, eu sei.
Mas há também meu abraço,
Há também minha alma, 
Há também meu amor.

Nenhum comentário:

Postar um comentário