19 de set de 2015

Arte


A arte vem desses corações feridos, felizes, decompostos recompostos.
A arte é um pedido de socorro, mas uma mão estendida à ajuda.
A arte é essa lágrima silenciosa que cai sem que nem os anjos vejam; uma dor refinada, intraduzível.
A arte é uma alegria que não cabe no peito, e atravessa tempos, ares e cores e se mistura a outros tempos e ares e cores.
A arte é uma oração emitida pelo coração para alcançar outros corações.
A arte segura os fantasmas para que não partam e a arte exorciza demônios.
A arte é como o amor, que dói mais que tudo, mas que não se pode viver sem.
E se tantas vezes é ingrata, é porque é feita de puro amor, e o amor não espera recompensa.
A arte é algo que nunca será explicado.

Nenhum comentário:

Postar um comentário