1 de jan de 2016

Lançamento de Discreta Loucura

Esta é a história de um coração que um dia acreditou poder voar.
Que um dia sentiu ser possível a um ser possuir asas e raízes,
Como as árvores, que lançam seus braços aos céus, enquanto seus âmagos
As firmam, seguras, no chão.
É uma história de amor, e por isso, uma história de dor.
Passados e presente se entrelaçam...
O futuro vaga distante, incerto, imprevisível.
Esta é uma história em versos, em imagens, em noites de alegria,
Dias de tristeza, momentos de esperança e angústia.
Esta não é uma história completa...
É mais um capítulo de uma busca infinda e ancestral.
Uma discreta prova de que o coração ainda é quente, bravo, louco e vivo;
Como um vulcão que adormece por séculos,
Mas um dia desperta.










"DISCRETA LOUCURA" nasceu de forma imprevista. De forma discreta e também insana. O material que compõe o livro não é vasto, mas os sentimentos nele contidos, são. O que viria após um grande sentimento, um amor sublime, uma perda imensurável de esperança? São estas e outras questões que o livro aborda. Não há como escrever um poema apenas para ocupar espaço no papel, ele precisa vir do âmago, de algo intenso, belo, forte, dolorido. Há nas páginas desse livro a sede pela reconquista da fé, e a dor de ainda possuir chagas mal curadas no coração. "Discreta Loucura" é uma súplica pela liberdade, representada também pelas imagens de pássaros em suas páginas, e é ao mesmo tempo, um desejo ardente de pouso, de aconchego, da segurança de um ninho.












Disponível em: http://migre.me/sAZNW

Nenhum comentário:

Postar um comentário