15 de jun de 2013

Inverno novamente


A passos tão lentos, quase uma flutuação, cruzo as trilhas deste jardim.
É inverno... novamente e mais uma vez,
é inverno.

Todas as árvores perderam as folhas e seus galhos, finos e frágeis, são chicoteados por ventanias.
A relva, as flores, os arbustos, tudo secou.

É inverno novamente, é minha sanidade que despertou.

Nenhum comentário:

Postar um comentário